Início > Aécio Cunha Minas, Aécio Gestão Pública, Aécio Neves, Aécio Neves, Minas Gerais, Oposição, política, senador Aécio Neves > Marcus Pestana: PSDB não abrirá mão de ser um dos protagonistas da aliança, comenta deputado

Marcus Pestana: PSDB não abrirá mão de ser um dos protagonistas da aliança, comenta deputado


Eleições 2012

Fonte: Artigo Marcus Pestana, deputado federal e presidente do PSDB-MG – O Tempo

A aliança por BH e as eleições de 2012

O PSDB não abrirá mão de ser um dos protagonistas 

Partidos políticos são instrumentos institucionais criados nas democracias modernas para canalizar projetos de poder. São meios e não fins em si mesmos. São ferramentas para a transformação da realidade.

A cada momento concreto os partidos políticos devem procurar o melhor caminho para melhorar a qualidade de vida da população. Nas eleições municipais, particularmente, longe das velhas e complexas lutas ideológicas, o cidadão-eleitor quer saber quem é aquele que melhor vai cuidar da cidade e das políticas públicas municipais.

Foi isso que levou, em 2008, PSDB, PSB e PT, entre outros, a consolidar uma inesperada e inovadora aliança. A partir das parcerias construídas entre o governo estadual e municipal, e sob a liderança de Aécio Neves e Fernando Pimentel, fizemos a coisa certa e elegemos Marcio Lacerda prefeito de Belo Horizonte.

Teremos novas eleições em outubro de 2012. O governo municipal tem tido bom desempenho e goza de boa aprovação popular. Diante disso, o que deveriam fazer os principais partidos que avalizaram o projeto de 2008? Implodir a aliança e cada um trabalhar candidaturas próprias? Creio que não. A população não entenderia. E não seria o melhor para a capital.

PSDB teria todas as condições de lançar candidatura própria. Somos o maior partido de Minas. Ganhamos as três últimas eleições estaduais. Temos o governador Anastasia e o maior líder político de Minas, Aécio Neves. Temos nomes para a disputa. Mas essa não é a questão. Em nome dos interesses da população da cidade queremos reeditar e avançar a Aliança por BH.
Não podemos simplesmente fazer mais do mesmo. É preciso reinventar a aliança e jogá-la em novo patamar. Foi esse o sentido do documento político entregue pelo PSDB ao prefeito Marcio Lacerda e à direção do PSB.

São oito pontos: 1) Coligação formal, clara e transparente; 2) Participação na coordenação da campanha; 3) Participação no plano de governo; 4) Valorização de nossa chapa de vereadores e discussão sobre possível coligação proporcional; 5) Escolha de um vice que encarne o espírito da aliança; 6) Em caso de vitória, participação proporcional ao nosso peso político; 7) Foco em 2012, sem colocar em jogo 2014 e 2016; e 8) Intensa participação de Aécio e Anastasia na propaganda de rádio e TV da campanha.

Todos os pontos foram muito bem-recebidos, ficando mais para frente apenas as discussões sobre o perfil do vice-prefeito e a questão de uma possível coligação para a eleição de vereadores.

Caminharemos nessa direção e o PSDB assim renovará seu compromisso com o povo de BH e o desenvolvimento da cidade.

Nesta hora, vozes que sempre se opuseram à construção da aliança e à administração Marcio Lacerda tentam radicalizar o processo e impedir a reedição dessa união. A essas, um breve conselho: humildade, autocrítica e espírito público. Se quiserem somar, serão bem-recebidos. Mas o PSDB não abrirá mão de ser um dos protagonistas da aliança.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: