Início > Aécio Cunha Minas, Aécio Neves, Minas Gerais, política > Eleição 2012: Aécio é elogiado por Patrus em ação de combate à miséria

Eleição 2012: Aécio é elogiado por Patrus em ação de combate à miséria


Contradições do Patrus

Fonte: Turma do Chapéu

Patrus fala da sua alegria em trabalhar com Aécio pelos pobres

Em qual Patrus acreditar?

Nos últimos dias, o ex-ministro Patrus Ananias declarou seu apoio à reeleição de Marcio Lacerda para a Prefeitura de Belo Horizonte. São praticamente quatro anos de atraso, já que, em 2008, ele preferiu ficar contra seu partido e permanecer “neutro ma non troppo” na eleição daquele ano.

O que seria apenas mais uma contradição em sua vida política, acabou por gerar indignação e controvérsia por todos os lados. O ex-ministro poderia ter se limitado a uma autocrítica, reconhecendo que errou em 2008, mas preferiu lançar um factóide para marcar posição: disse que apóia a reeleição de Marcio Lacerda, desde que o PSDB não faça parte da aliança…

Ora, Patrus, o senhor chega com quatro anos de atraso e quer impor uma posição totalmente superada? O próprio prefeito e seu partido já declararam publicamente que a aliança será entre PSB, PSDB e PT, ou seja, esta discussão não está mais em pauta.

É compreensível que Patrus busque a aproximação com a candidatura de Lacerda, já que uma liderança de seu porte deveria se incomodar com o ostracismo a que foi submetido pelo PT, mas ficam dúvidas sobre a intenção de seu primeiro pronunciamento relevante após o fiasco nas eleições de 2010. Que dúvidas? Bem, vejamos:

  • Patrus desagradou o prefeito e seu partido por tentar reabrir uma discussão há muito sepultada.
  • Desagradou os defensores da tese de candidatura própria no PT, que tinham o “monopólio” da rejeição à aliança como principal argumento para tentar convencer as bases.
  • Desagradou o PSDB que, inclusive por orientação do senador Aécio Neves e do governador Antonio Anastasia, sempre tratou o ex-ministro com respeito.

Diz o ditado que quem fala o que quer, ouve o que não quer.

No seu pronunciamento, Patrus foi extremamente deselegante com Aécio e ainda foi requentar um discurso antigo para justificar sua posição, o de que o senador e o PSDB não dão atenção à área social. Seria uma diferença inconciliável, disse. Patrus foi, então, lembrado de alguns fatos que talvez preferisse esquecer:

  1. Sua aliança entusiasmada com o ex-governador Newton Cardoso e com o ex-ministro Hélio Costa, em 2006 e em 2010, que joga por terra a imagem de bom-mocismo franciscano cultivada por ele. Em ambos os casos imperou o mero interesse pelo poder ou será que alguém diria que Newton e Hélio são exemplos de “preocupação pelo social”? Patrus afirmou que, na campanha de Marcio, não estará ao lado de Aécio, um governador aprovado pela esmagadora maioria dos mineiros, mas, repito, pediu votos para Newton e compôs com chapa com Hélio Costa. Santa incoerência, Patrus.
  2. Dos números apresentados recentemente pelo Ipea, que mostram que, graças à ação dos governos de Aécio e Anastasia, a miséria em Minas caiu em ritmo mais acelerado que no restante do Brasil. Leia: Ipea: Redução da pobreza avança mais rápido em Minas
  3. Que os investimentos e resultados em educação pública dão ampla vantagem ao governo Aécioem comparação com os números pífios da administrações do PT. Exemplos?
    • Apesar de ter o maior número de municípios, Minas foi o primeiro Estado brasileiro a oferecer um ano a mais de estudo no ensino fundamental, em 100% das escolas.
    • Apesar da situação de pobreza de mais de 160 municípios, os estudantes mineiros de escolas públicas ocupam os primeiros lugares nos rankings nacionais de avaliação, Minas fica em primeiro ou em terceiro lugares, perdendo apenas para Estados menores, mais ricos e homogêneos.
  4. Que o governo de Aécio foi colocado em primeiro lugar no ranking de aplicação de recursos e ações sociais do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, quando o próprio Patrus era o ministro.
  5. Que Minas foi o primeiro Estado a investir recursos próprios na implantação dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), previstos no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), programas também sob responsabilidade do Ministério de Patrus.
  6. Que o PSDB considera que o objetivo de um governo não deve ser o de tutelar a miséria e ser “dono” da pobreza, mas, sim, criar oportunidades para a emancipação das pessoas em risco social.
  7. Por fim, foi lembrado que a população sabe a diferença entre discurso e trabalho, tanto que, na eleição de 2010, a chapa de Patrus com Hélio Costa não ultrapassou casa dos 20% dos votos em Belo Horizonte.

O ex-ministro Patrus Ananias é, seguramente, um homem sério e de boas intenções. Mas há muito a imagem de missionário dos pobres que desenvolveu para si já não combina com o figurino. Não dá para separar o Patrus dos discursos do que pediu votos para Newton Cardoso e Hélio Costa. Nem a Velhinha de Taubaté acreditaria que isso foi feito em nome dos pobres. Há muito a história já mostrou que os fins não justificam os meios, que os meios é que definem os fins.

Bem, você já assistiu ao vídeo que abre este post? Pois é, ele registra uma fala sincera de Patrus, na qual ele ressalta a alegria de estar trabalhando ao lado de Aécio pelos mais pobres e demonstrava ter estatura política, sem precisar ficar jogando para a plateia.

Apesar de tão antigo na política, Patrus deve ter aprendido uma lição de principiante: para ser respeitado, é preciso respeitar!

PS: Nos seus ataques contra o senador Aécio Neves, Patrus perguntou onde o senador estava nos anos da ditadura. Nós respondemos: no pré-primário, Patrus. Em 1964, Aécio tinha quatro anos de idade! E, na batalha pela redemocratização, ele estava ao lado de Tancredo no governo e nos palanques das Diretas Já. Bola fora, hein Patrus.

Leia:

PSB convida PSDB para aliança formal pela reeleição de Marcio Lacerda

Marcio Lacerda e as composições para as eleições de 2012

Link da matéria: http://turmadochapeu.com.br/patrus-aecio-social-pobreza/?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: