Início > economia, emprego > Economia a todo vapor – três cidades mineiras estão entre as 50 que mais empregam no país

Economia a todo vapor – três cidades mineiras estão entre as 50 que mais empregam no país


Trabalho. Belo Horizonte, Contagem e Uberlândia foram destaque
Fonte: Juliana Gontijo – O Tempo

MG tem três cidades entre as que mais empregaram

Das que mais demitiram, 4 são mineiras, entre elas Ipatinga e Jeceaba
Três cidades de Minas Gerais estão entre as 50 que mais contrataram no país no ano passado, segundo o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Belo Horizonte, Contagem e Uberlândia foram os destaques positivos. O saldo da capital mineira foi de 55.091 novos postos de trabalho, o que garantiu o terceiro lugar no país. As duas primeiras colocadas foram São Paulo (205.928) e Rio de Janeiro (101.421).

De acordo com a Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e Emprego (SMATE) da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a vocação econômica do município, com forte predominância dos setores de comércio e serviços, ajudou no resultado de 2011. Essas atividades respondem por cerca de 55% da mão de obra empregada em postos de trabalho formal na cidade.

Para a equipe gerencial da secretaria, além do desempenho dos segmentos de comércio e serviços, o aquecimento da construção civil, o cenário de cidade-sede das copas das confederações e do mundo pode ser entendido como algumas das justificativas para a posição de destaque da capital mineira nas contratações em 2011.

Belo Horizonte manteve a terceira posição na geração de empregos. Em 2010, o saldo foi mais generoso, com 79.519. O recuo no ano passado frente o resultado de 2010 foi de 30,7%.

Depois de Belo Horizonte, o destaque em Minas foi Uberlândia, no Triângulo, com a diferença entre contratações e demissões de 11.080 empregos. Em 2011, o município ocupou a 20ª posição no ranking.

O presidente da regional do Paranaíba da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Pedro Lacerda, confirma o bom momento na geração de vagas em 2011. “Foi um ano positivo para o emprego na cidade. O resultado divulgado pelo Caged foi impulsionado pela construção civil e pela cadeia produtiva da alimentação. Afinal, a cidade é um polo importante do agronegócio mineiro”, analisa.

Outra cidade mineira com resultado positivo foi Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, um dos polos industriais do Estado, com a 26ª posição no país e saldo de 9.097 empregos.

Já Ipatinga, no Vale do Aço, teve o quarto pior desempenho no território nacional (-2.251), resultado já aguardado pela prefeitura da cidade, conforme informou a assessoria de imprensa.

O economista Ofir Viana Filho observa que o perfil econômico interfere na geração de vagas. “Os setores respondem de forma diferente à crise e aos incentivos. Há cidades que dependem mais do mercado externo do que outras em razão do seu perfil econômico”, diz.

Jeceaba, Além Paraíba, Ibirité e Nova Serrana foram outros municípios que estão no ranking das 50 cidades que mais demitiram em 2011.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: