Início > Ética, Minas Gerais, política, PT em Minas > Lista de Furnas: Rodrigo de Castro diz que PSDB vai tentar cassação de Rogério Correia na Assembleia

Lista de Furnas: Rodrigo de Castro diz que PSDB vai tentar cassação de Rogério Correia na Assembleia


Fonte: O Tempo

Para PSDB, Correia tem que responder por “bisbilhotice”

Brasília. O PSDB defende que a eventual punição ao deputado estadual mineiro Rogério Correia (PT), acusado de ter forjado a chamada lista de Furnas, sirva como exemplo para que petistas não mais venham a se envolver em atividades de “bisbilhotice”. A informação é do deputado federal Vaz de Lima (SP), que, junto com os colegas tucanos Rodrigo de Castro (MG) e Bruno Araújo (PE), apresentou uma representação para que a Procuradoria Geral da República (PGR) apure o caso.

De acordo com reportagem da revista “Veja”, Correia seria um dos responsáveis pela elaboração de um documento que traz o nome de 156 políticos, ligados principalmente ao PSDB e ao DEM (então PFL), que teriam recebido supostos financiamentos ilegais para a campanha de 2002. O dinheiro teria saído da Furnas Centrais Elétricas.

“Nossa representação é uma maneira pública de dizermos para a sociedade brasileira que a elaboração de falsos dossiês não é uma boa prática política”, afirmou Vaz de Lima. “Não é assim que se constrói uma democracia. Nós lutamos por anos contra o regime militar justamente para acabar com a bisbilhotice na vida das pessoas”, completou.

Vaz de Lima disse ainda que a provocação à PGR tem o propósito final de “lavar a honra” dos acusados, sobretudo a do deputado federal e ex-governador de Minas Eduardo Azeredo (PSDB) e a do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Eles são integrantes da oposição ao governo do PT e tiveram prejuízo moral e político”, argumenta.

Resposta. Sobre a acusação que lhe imputam os tucanos, Correia disse que, como deputado, cumpriu seu papel de investigar. “Não é bisbilhotice, senão, o mensalão é bisbilhotice. Eles mesmos estão se chamando de bisbilhoteiros. Só eles podem fazer oposição?”, retrucou. (Com Aline Labbate)

Assembleia
Acusadores já falam até em cassação

Brasília. A possível investigação do petista Rogério Correia na Procuradoria Geral da República (PGR) também desperta outra expectativa nos tucanos: a de ver provado que o PT “vem aparelhando instituições, como sindicatos e entidades civis, e se aproveita disso para práticas criminosas”. Essa é a opinião do secretário geral do PSDB, o deputado mineiro Rodrigo de Castro.

De acordo com ele, o PSDB em Minas também deverá levar o caso para apuração na Assembleia Legislativa mineira. “Rogério Correia já era deputado estadual naquela época, portanto, ele tem que responder perante os seus pares por esse ato”.

Castro lembrou também que seu partido está orientando todos os atingidos pela lista de Furnas a acionarem o deputado estadual petista judicialmente. “Confirmando-se a participação dele, o mínimo que pode acontecer é a perda do mandato”, prevê.

A PGR ainda não se manifestou se abrirá a investigação contra Correia. (TF)

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: