Início > Aécio Cunha Minas, Aécio Gestão Pública, Aécio Neves: choque de gestão, Anastasia, Antonio Anastasia, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas, Gestão Pública, Governo, Minas Gerais, Saúde > Iniciado no Governo Aécio Neves, Norte de Minas tem projeto inovador na Saúde – Rede de Urgência e Emergência reduz mortalidade em 17%

Iniciado no Governo Aécio Neves, Norte de Minas tem projeto inovador na Saúde – Rede de Urgência e Emergência reduz mortalidade em 17%


Gestão em Minas, Gestão da Saúde, Gestão Inovadora, Gestão Eficiente, Choque de Gestão

Fonte: Valor Econômico

Atendimento rápido reduz a mortalidade em Minas

Uma triste estatística envolvendo um índice de mortalidade média anual de 27% da população pela falta de assistência médica na região norte de Minas Gerais foi a premissa para um dos projetos mais inovadores na área de saúde no país nos últimos anos. Conhecida como uma regiões mais pobres do Estado mineiro, a região norte assistiu, desde 2008, a uma transformação no cenário de saúde a partir de um plano de atendimento rápido para suprir as necessidades de 1,5 milhão de habitantes.

“Conseguimos reduzir a mortalidade para 17% em 2010 com a implantação de medidas que são uma verdadeira rede de saúde com capilaridade em várias cidades da região”, diz Welfane Cordeiro, consultor da Secretaria de Saúde de Minas Gerais.

A Rede de Urgência e Emergência do Norte de Minas é uma iniciativa com verbas dos governos estadual e federal e 86 municípios para criar um complexo de saúde integrado. “É um sistema em que a estrutura está em torno do paciente. Ou seja, o paciente conta com postos de saúde integrados a hospitais e ambulâncias equipadas, com o Samu coordena os atendimentos de urgência”, afirma Cordeiro.

Pacientes que residem nas zonas rurais têm acesso rápido a ambulâncias e pronto atendimento. “Estabelecemos um sistema de classificação em que cada caso é submetido a um dos cinco níveis de atendimento, que vão do vermelho ao azul. Assim, atribuímos um número de horas limite de espera onde o paciente que recebeu a cor azul, por exemplo, pode, no máximo, esperar 240 minutos pelo atendimento.”

Os hospitais foram equipados para realizar a classificação de risco e os hospitais de pequenas cidades como Brasília de Minas, Janaúba, Pirapora e Taiobeiras foram ampliados e passaram a ter, cada um, dez leitos de UTI.

A rede conta com 20 hospitais que atendem casos de urgência e oito hospitais voltados à emergência. “Hoje, na emergência, somente 20% dos pacientes esperam cerca de seis horas para serem atendidos. Antes da implantação da rede, cerca de 70% dos pacientes esperavam mais de 6 horas pelo atendimento.”

A coordenadora da FGV Saúde, da FGV/Eaesp, Ana Maria Malik, o modelo adotado no norte de Minas é uma alternativa para ter mais eficiência na saúde. “É um modelo bom e que inovou, mas não podemos chamar de solução, mas de uma alternativa que deu certo”, observa, acrescentando que a falta de verbas ainda é uma constante no setor.

Segundo ela, o projeto de Minas, que levou bons resultados na prestação de serviços à população, pode ajudar outros Estados. “Já temos algumas iniciativas no Paraná e em São Paulo. Na Bahia, há uma proposta alternativa que visa melhorar o sistema de saúde também.”

Anúncios
  1. raimunda souza e silva
    25/11/2011 às 09:45

    parabéns…pois aqui no ESTADO BRASILEIRO mais rico e poderoso do BRASIL e do mundo, ESTADO DE SÃO PAULO/SP, como em algumas prefeituras da REGIÃO ALTO TIETE/SP, estas mesmas prefeituras recebem MILHÕES E MILHÕES de tudo que é lado, e o seu IPTU são os mais ALTOS CAROS do BRASIL.etc., mas que as mesmas prefeituras ainda vivem como no tempo da PEDRA LASCADA, e ou no tempo do CORONEALISMO NORDESTINO.etc.como áquele famoso personagem do CHICO ANÍSIO.etc.não se tem nada INFORMATIZADO, nada é nada mesmo, até para tirar uma segunda via HOLLERITH.etc.é uma BUROCRACIA lá no TEMPO DO IMPÉRIO.etc., pois toda hora o mesmo CLIENTE vai aos postos de saúde, hospitais municipais.etc.e toda hora ninguém sabe nada de nada mesmo do tal CLIENTE, como coisas simples, se é HIPERTENSO, DIABÉTICO, FAZ ALGUM TIPO DE TRATAMENTO.etc., se é ALÉRGICO.etc.etc., coisas que poderiam estar num CARTÃO SUS UNIVERSAL.etc.aonde ESTE MESMO CLIENTE FOSSE EM QUALQUER PARTE DESTE PAÍS LÁ ESTÁ O HISTÓRICO DELE.etc., não, nestas cidades tudo é na base do LÁPIS E DA CANETA.etc.tudo pode ser APAGADO DEPOIS.etc.—

    em PLENO SÉCULO XXI–FINAL 2011–no ESTADO MAIS RICO E PODEROSO DO BRASIL E DO MUNDO, insistem em viver como no tempo do IMPÉRIO, e dou da DATILOGRAFIA, nada é INFORMATIZADO, nada é ONLINE.etc.

    até mesmo o SITE DA PREFEITURA, DA CAMARA MUNICIPAL LOCAL É FEIIIIIIZIIZIIZINHO…HORRÍVEL…

    é como se tudo é feito para poderem depois fazerem o que quiserem como quiserem aonde quiserem.ETC.pelo menos parece…entrando nos tais SITES e vendo, pois nada lá é TRANSPARENTE FICHA LIMPA ÁS CLARAS.etc.nada lá tem a PARTICIPAÇÃO POPULAR, DO POVO DA POPULAÇÃO LOCAL, isto é, nada tem a PARTICIPAÇÃO DOS VERDADEIROS E REAIS DONOS, O POVO LOCAL…etc..nada é nada mesmo….

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: