Início > Artigo, Gestão, Gestão Pública, Governo, política > Gestão eficiente do SUS em Minas garante atendimento de qualidade ao usuários, revela o deputado Marcus Pestana e ex-secretário de Saúde

Gestão eficiente do SUS em Minas garante atendimento de qualidade ao usuários, revela o deputado Marcus Pestana e ex-secretário de Saúde


Boa gestão pública em Minas, administração eficienteFonte: Artigo de Marcus Pestana, deputado federal (PSDB-MG) – O Tempo

A doença de Lula e o SUS

Estamos longe do caos onde há boa gestão

Permaneci sete anos à frente da Secretaria de Estado de Saúde. Para além do flagrante subfinanciamento, dos problemas gerenciais e dos desafios da incorporação tecnológica e da transição demográfica, pude vivenciar os enormes avanços colhidos pelo sistema público de saúde brasileiro nestes últimos 23 anos.

Sempre me incomodaram visões desinformadas e preconceituosas que faziam uma associação superficial e imediata entre SUS e caos. Recente pesquisa do Ipea mostrou que a avaliação positiva dos que utilizam os serviços do SUS é três vezes superior a daqueles que possuem saúde complementar e, portanto, têm uma visão externa e municiada por narrativas que distorcem a realidade.

Não quero, nem de longe, dourar a pílula. Quem já foi gestor de saúde sabe o tamanho dos problemas e desafios. Mas quero enfaticamente dizer que essa discussão está muito malposta no seio da sociedade, na visão da mídia e na percepção majoritária da opinião pública.

No recente episódio da doença do ex-presidente Lula, os preconceitos e as imprecisões vieram à tona na mídia e nas redes sociais. Em primeiro lugar, trata-se de um ser humano, um grande brasileiro e, independentemente de alinhamentos políticos e ideológicos, todos estamos torcendo por sua cura. Em segundo lugar, Lula tem direito de se tratar onde bem quiser. O problema é quando articulistas e participantes das redes sociais sugerem que ele deveria se tratar no SUS, pressupondo uma realidade caótica e desqualificada.

Posso afirmar que os pacientes oncológicos em Minas Gerais possuem tratamento digno e eficiente no SUS. Há diversos estudos e indicadores comprovando os avanços. Desde a instalação que fizemos da Câmara de Compensação, o tempo entre diagnóstico e acesso à quimioterapia ou radioterapia é muito pequeno. O investimento nos centros Viva Vida, nos consórcios intermunicipais de Saúde e nos hospitais regionais facilitou o diagnóstico. Temos centros de tratamento de câncer que nada ficam a dever aos melhores do país.

Gostaria de organizar excursões reunindo céticos, preconceituosos e mal-informados para, juntos, visitarmos o Hospital Mário Pena e a Santa Casa, em Belo Horizonte, a Fundação Cristiano Varela, em Muriaé, o Instituto Oncológico e a Ascomcer, em Juiz de Fora, o Centro de Tratamento do Câncer do Hospital São João de Deus, em Divinópolis, a Santa Casa e a Fundação Dilson Godinho, em Montes Claros, o Hospital do Câncer, em Patos de Minas, entre outros. As pessoas ficariam espantadas com a qualidade do “caos”.

O futuro não deve ter como base visões ufanistas, apologéticas. Nem opiniões deformadas, preconceituosas e desinformadas. As dificuldades do SUS são inegáveis, mas estamos longe do caos onde há boa gestão. Não é com uma autoimagem deformada ou acalentando no brasileiro uma autoestima baixíssima que construiremos um grande país. Só tem direito a reivindicar o futuro a sociedade que sabe valorizar criticamente os avanços conquistados.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: