Início > política > Sem isenção: Turma do Chapéu contesta matéria que tentou denegrir imagem do grupo – jornalista que escreveu reportagem trabalhou na campanha de Hélio Costa em 2010

Sem isenção: Turma do Chapéu contesta matéria que tentou denegrir imagem do grupo – jornalista que escreveu reportagem trabalhou na campanha de Hélio Costa em 2010


Fonte: Turma do Chapéu

Turma do Chapéu esclarece!

A jornalista Ana Flavia Gussen, do jornal Hoje em Dia, publica, neste domingo, uma matéria sobre a Turma do Chapéu. Ana, que já integrou o PMDB Jovem, trabalhou na legenda em Minas Gerais e foi assessora de campanha do candidato derrotado Hélio Costa, em 2010, integrando a equipe do jornalista Lucas Figueiredo, entrou em contato com Gabriel Azevedo na última quinta-feira, dia 27 de outubro de 2011. Durante a conversa que estabeleceram, foram respondidos todos os questionamentos e, curiosamente, muitos dos esclarecimentos prestados não foram incluídos na sua publicação. Muito além disso, explicações prestadas foram curiosamente ignoradas, o que gerou uma significativa publicação de inverdades na edição.

Curiosamente, na mesma semana em que a Turma do Chapéu desmascara mentiras de Lucas Figueiredo, a sua companheira de campanha Ana Flavia Gussen resolve publicar inverdades para tentar nos denegrir.

Abaixo, segue o esclarecimento ponto a ponto. Em grafia normal, a matéria de Ana Flavia Gussen. Em negrito, os esclarecimentos de Gabriel Azevedo.

JUVENTUDE TUCANA MINEIRA FAZ CAMPANHA COM CHAPÉU ALHEIO

Ao final da matéria, gostaríamos que vocês se perguntassem qual é o chapéu alheio.

Título: Grupo de classe media alta atua nos bastidorese incorpora-se ao mundo oficial do Estado – 

A jornalista fez alguma pesquisa entre os mais de 100 integrantes da Turma do Chapéu para definir a classe majoritária da qual fazem parte os membros? Não. A informação é tendenciosa inverídica.

___________________________________

Matéria na íntegra

Fonte: Ana Flavia Gussen – Hoje em Dia

Grupo de classe media alta atua nos bastidores e incorpora-se ao mundo oficial do Estado

Eles fazem parte de um grupo estrategicamente montado para turbinar as campanhas eleitorais dos caciques tucanos em Minas. Conhecidos como “Turma do Chapéu”,  esses jovens de classe média alta saltaram dos bastidores da política para o mundo oficial do Estado. A frente do grupo, está o Subsecretario de Estado da Juventude, Gabriel Azevedo, que acumula as funções executivas da pasta com um trabalho diário de dirigente partidário em Minas.

Gabriel Azevedo, ao contrário do que afirma a jornalista, não é dirigente partidário do PSDB em Minas Gerais. Por orientação do governador do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia, nenhum filiado do PSDB no governo é dirigente na legenda. UMA INVERDADE PUBLICADA.

Por meio das redes sociais na internet, Gabriel agenda reuniões e viagens da juventude do PSDB, organiza eventos, apresenta um programa de transmissão de vídeos ao vivo para os jovens tucanos de todo o pais e ainda escreve artigos para blogs e sites do PSDB.

Paralelamente, ele participa de reuniões da juventude do PSDB no interior e ainda rebate matérias da imprensa e criticas de opositores ao Governo do Estado.

O HOJE EM DIA acompanhou durante uma semana o trabalho virtual de Gabriel. Em todas as horas, de todos os dias, e possível acessar os programas e as agendas da Turmado Chapéu, postadas pelo Subsecretario de Juventude.

Gabriel Azevedo, ao contrário do que afirma a jornalista, NUNCA foi a uma reunião da Juventude do PSDB no interior do Estado. Essa função é exercida pelo presidente estadual da juventude do PSDB, Caio Narcio. UMA INVERDADE PUBLICADA.

“Atenção! Nota para equipe ‘Turma do Chapéu’ que ira acompanhar o deputado João Leite: não será nessa terça, será no dia 18.”, postou no dia 10 de outubro, as 17:30h. Pouco depois, outro recado para a juventude tucana. “Projeto “Seguindo os passos” da JPSDB. Conosco, o Deputado Federal Bonifacio Andrada”.

Gabriel Azevedo exerce a função de Subsecretário de Estado. Tal função, assim como as funções de Secretário Adjunto, Secretário de Estado e Governador, não possui expediente controlado. O expediente no Governo do Estado varia de 8h às 17h ou de 9h as 18h. Desde que assumiu o cargo, Gabriel Azevedo sempre se dedicou às suas funções públicas sem confundi-las com questões partidárias. E, inclusive, nas suas funções públicas, utiliza as redes sociais para dialogar com a sociedade e efetivar as políticas públicas da juventude. No caso das notas acima, ambas foram postadas após o término do expediente.

Gabriel e outros membros da ‘Turma do Chapéu” também usam o horário comercial para “bombardearem” a internet com mensagens divulgando programas do Governo doEstado. “Casos de dengue diminuem 97% em Minas. Bom demais Professor Anastasia. Qual outro estado reduziu tanto? Algum?” Essa mensagem foi postada em umaquarta-feira, as 17 horas, seguida de outra “Hora extra com a “Turma do Chapéu”.”

Tanto Gabriel Azevedo, como inúmeros membros do governo municipal, estadual e federal, postam notícias positivas dos seus governos pela internet. Trata-se de um espaço de divulgação válido, legítimo e legal. Ao longo dos seus dias, Gabriel Azevedo informa passo a passo as ações que executa no governo, por considerar tal atividade uma forma de transparecer seus atos para a sociedade. A primeira mensagem nesse parágrafo trata do governo. A segunda, sobre a Turma do Chapéu, foi postada após as 23h, visivelmente fora da atividade oficial.

“Atenção ‘Turma do Chapéu’: mensagemimportante e urgente no grupo de emails. Carga.”, postou o subsecretario naultima quinta-feira.

A mensagem foi postada as 17:30h, enquanto o Subsecretário estava no veículo se transportando da Cidade Administrativa para sua residência.

Até reuniões de pauta são organizadas durante o expediente, como Gabriel divulgou em seu perfil as 18:00h de uma segunda-feira. A Subsecretaria de Juventude é subordinadaa Secretaria de Estado de Esportes e Juventude, encabeçada pelo deputado licenciado Braulio Braz, e funciona na Cidade Administrativa onde Gabriel conta com uma sala e secretária particular. Além dele, outros três  membros da turma também ocupam cargos no Governo do Estado.

VALE RESSALTAR: 4 membros no Governo Estadual entre mais de 100 participantes.

Apesar de estar a frente dos holofotes desde o inicio desse ano, Gabriel sempre circulou nos bastidores das campanhas políticas. Ex-presidente da JPSDB, ele também atuou nas campanhas de 2006, 2008 e 2010. Estudante de Jornalismo, ele também é proprietário de uma agência de comunicação, Cavalaria 2.0, que prestou serviços a deputados federais de Minas.

Gabriel Azevedo, ao contrário do que a jornalista publica (e isso foi dito a ela durante o telefonema) não é proprietário da empresa Cavalaria 2.0. A única empresa que ele possui é a Gabriel Sousa Marques de Azevedo Comunicação, aberta em 2008, cujo CNPJ é 09.020.729/0001-02. A empresa paralisou completamente suas atividades em março de 2011, assim que Gabriel Azevedo recebeu o convite para compor o governo.

Segundo informe divulgado pela Câmara dos Deputados de 2009 – data a partir da qual os gastos dos parlamentares vem sendo divulgados – ate 2010, Gabriel chegou areceber R$ 28.566,00 de verba indenizatória do deputado tucano Paulo Abi Ackel. No mesmo período, o atual subsecretario de Juventude recebeu R$ 37.900,00 dodeputado federal Antonio Roberto (PV). As notas de serviço de divulgação parlamentar são emitidas no nome de Gabriel. De acordo com ele, a empresa esta inativa desde que assumiu o cargo de subsecretario no Governo. “Sempre tive minha empresa, mas ela esta inativa desde que entrei para o Governo.”

A empresa Gabriel Sousa Marques de Azevedo Comunicação prestou vários serviços a vários clientes a partir de 2008. Entre eles, políticos mineiros em atividade oficial e eleitoral. Todas as atividades foram executadas de acordo com a norma fiscal e, portanto, todas as atividades comerciais contam com notas fiscais registradas. Os sites oficiais dos parlamentares Paulo Abi-Ackel e Antônio Roberto e suas atividades de comunicação ao longo de mais de 15 meses foram produtos da empresa Gabriel Sousa Marques de Azevedo Comunicação, em acordo com o regulamento do Congresso Nacional. Não há qualquer irregularidade nessas atividades.

DENTRO DA MAQUINA

Integrantes da Juventude do PSDB.

Os chapeleiros no Governo.

Gabriel Azevedo

Subsecretario Estadual da Juventude

VERDADE: integrante da Turma do Chapéu e filiado ao PSDB

Felipe Autran

Diretoria de apoio a articulação e de acompanhamento de processos especiais da Secretaria de Estado da Casa Civil e Relações Institucionais

VERDADE: integrante da Turma do Chapéu e filiado ao PSDB

Thiago Nagib Hilkelmann

Diretor de Marketing e Relacionamento do Instituto Filarmônica de Minas

VERDADE: integrante da Turma do Chapéu e filiado ao PSDB

JPSDB NO GOVERNO

Adriano Henrique Faria

Superintendente Prisional de Juventude

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu.

Gabriel Bagno

Presidente do Conselho Estadual da Juventude

MENTIRA: não é filiado ao PSDB e não ocupa cargo no governo. O cargo de Presidente do Conselho Estadual não é remunerado e é desempenhado pela sociedade civil.

Alan Cordeiro Fagundes

Assessor especial na Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia – emprestado a FAPEMIG

MENTIRA : não é filiado ao PSDB e não participa da Turma do Chapéu. E VALE DESTACAR: É FUNCIONÁRIO CONCURSADO!

Antonio Maria Claret de Souza Filho

Representante da Assessoria de Articulação – parceria e participação da Governadoria

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu.

Henrique Carlos Natalino

Cargo de recrutamento amplo na Governadoria do Estado.

MENTIRA: não é filiado ao PSDB, nem participa da Turma do Chapéu

Felipe Autran Dourado Leite Ribeiro

Diretoria de apoio a articulação e de acompanhamento de processos especiais da Secretariade Estado da Casa Civil e Relações Institucionais

VERDADE: filiado ao PSDB

Gustavo Moreira Dias

Cargo na Secretaria de Esportes e Juventude

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu.

Leandro Alves Lima

Chefe da assessoria de apoio administrativo da Secretaria de Ciência e Tecnologia.

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu.

Mauricio Noronha

Assessorda Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu.

Nilo Furtado Teodoro

Membro do Conselho Estadual da Juventude

MENTIRA: não é filiado ao PSDB, não participa da Turma do Chapéu e NÃO OCUPA ESPAÇO NO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS.

Rafael Moreira Maia

Assessor de gestão estratégica e inovação da Secretaria de Cultura – colocado a disposição da Assembléia Legislativa

MENTIRA: não é filiado ao PSDB e não participa da Turma do Chapéu. E VALE DESTACAR: É FUNCIONÁRIO CONCURSADO!

Samy Chafic Abou Jaber

Coordenador do Núcleo de acompanhamento de Tramitação Legislativa da Secretaria de Estadoda Casa Civil.  Suplente do Conselho Estadual Antidrogas.

MENTIRA: não é filiado ao PSDB e não participa da Turma do Chapéu.

Thomas Lafeta Alvarenga

Cargo na secretaria de Estado de Esportes e Juventude. Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial

MENTIRA: não é filiado ao PSDB e não participa da Turma do Chapéu. VALE DESTACAR: não participa do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial, cargo não remunerado.

Vitor Fernandes Colares

Secretaria de Estado de Esportes e Juventude

VERDADE: filiado ao PSDB, mas não participa da Turma do Chapéu. VALE DESTACAR: não trabalha na SEEJ

Ou seja, sete dos quatorze membros do governo que a jornalista afirma serem filiados ao PSDB não possuem agremiação partidária. UMA INVERDADE.

Dos quatorze casos citados pela jornalista, dois sequer fazem parte do governo.

Dos mais de 100 integrantes da Turma do Chapéu, apenas 4 fazem parte do governo estadual.

E entre os que são citados pela matéria, os membros do PSDB estão assim distribuídos:

  • 2 filiados do PSDB na SEEJ

GustavoMoreira Dias

AdrianoHenrique Faria

  • 1 filiado do PSDB na SEGOV

VitorFernandes Colares

  • 2 filiados do PSDB na SECTES

MauricioNoronha

Leandro Alves Lima

  • 1 filiado do PSDB na SECCRI

Felipe Autran Dourado Leite Ribeiro

  • 1 filiado do PSDB na Assessoria de Articulação

Antonio Maria Claret de Souza Filho

PARTE DO FUNDO PARTIDÁRIO SUSTENTA A TURMA

ESSA É A MAIOR INVERDADE DA MATÉRIA! E, vale destacar, Gabriel Azevedo frisou para a jornalista que o fundo partidário não financiava os custos da Turma do Chapéu. É curioso notar que a reportagem publica uma inverdade que o entrevistado esclareceu.

A ‘ Turma do Chapeu’ é uma iniciativa do PSDB Nacional e sobrevive, segundo GabrielAzevedo, com repasses da legenda e parte do fundo partidário. “Como o fundo partidário tem, segundo a legislação eleitoral, seu destino pré-definido, os repasses que recebemos também são provenientes de outras fontes de arrecadao”,diz. Ele destacou que não são feitas doações diretas para o grupo e que a turma funciona separadamente da juventude do PSDB de Minas.

A Turma do Chapéu não recebe recursos do fundo partidário, ao contrário do que afirma a jornalista. A resposta de Gabriel Azevedo a ela por telefone foi clara. Inclusive, após a entrevista, ele ligou novamente para o jornal para esclarecer duplamente a questão.

O fundo partidário é medido a partir do número de parlamentares eleitos pelo partido. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a dotação orçamentária do PSDB para 2011 e de R$ 22.893.585,31 divididos para todos os Estados. É com esses repasses que a legenda avaliza projetos ousados dos Chapeleiros.

A Turma do Chapéu não recebe recursos do fundo partidário, ao contrário do que afirma a jornalista. FRISE-SE.

São exemplos a transmissão ao-vivo de programas através da internet, farto material de divulgação, jantares e festas em fazendas, com direito a muita comida,bebida, câmeras e entrevistas. As fotos dos eventos são divulgadas por eles na internet.

Quais jantares e festas em fazenda? Durante o ano de 2011, a Turma do Chapéu não realizou nenhum evento desta natureza, ao contrário do que afirma a jornalista.

Ganha destaque o projeto “Aprendendo o Brasil em 27 lições”, lançado este ano e que vai dar a um grupo de 7 jovens a chance de conhecer os 27 estados do Brasil. Alem de terem a possibilidade de conhecerem a cultura dos estados, os viajantes participarão de palestras, seminários e eventos levando a proposta partidária do PSDB para 2014.

Líder do projeto, Gabriel Azevedo explica que os jovens vão viajar durante dois meses, usando automóveis e balsas. Além disso, vão ficar em albergues e casas de conhecidos. De Manaus para Belém, por exemplo, eles ficarão 4 dias descendo o Rio Amazonasde Barco. “ Não é turismo, planejamos de uma maneira que ficasse viável”, explicou.

O projeto conta com uma homepage própria, material de divulgação para ser entregue emUniversidades, alem de produção e edição de vídeos. Parte dos participantes,durante visita a Assembléia Legislativa, chegou a levar um cartaz criticando a postura do Deputado de Oposição Rogério Correia (PT).

LÍDER CONCILIA DUPLA FUNCAO

Subsecretário da Juventude e líder da Turma do Chapéu, Gabriel Azevedo garante que tem cumprido sua função pública e que ela não esta sendo prejudicada por sua militância política. “Você pode verificar na minha agenda. Cumpro com todas as minhas obrigações. Minha carga horária no serviço público  é extensa.”, diz. Quanto as postagens em redes sociais, Gabriel explica que gasta poucos segundos para postar as mensagens. “Eu tenho habilidade. Faço tudo muito rápido. Gasto uns 15 segundos para postar uma informação.” Existe ainda, segundo explicou Gabriel,  um grupo de chapeleiros, que não exerce cargos no Governo, e que fica responsável por trabalhar a comunicação da turma durante a semana. Ele negou que tenha feito reuniões ou convocações durante o expediente de sua função publica.

Sobre os encontros e reuniões partidárias, ele informou que elas costumam ocorrer aos sábados. Os encontros são só nos fins de semana, principalmente aos sábados.

Ele disse que o grupo conta atualmente com 100 jovens e que nem todos são filiados. Quanto as especulações de apadrinhamento político dos jovens na estrutura doGoverno, Gabriel nega e frisa:

“Tem apenas 4 da turma no Governo. Já os membros da Juventude do PSDB, não podem ser considerados afilhados pois também tem jovens de outras legendas no governo”.

Algumas perguntas ficam no ar:

1)   O título da matéria condiz com o seu conteúdo?

2)   Por qual razão a jornalista ignorou as informações passadas?

3)   Por qual razão a jornalista imputa um crime ao PSDB afirmando que a verba indenizatória não é usada corretamente pela legenda?

4)   Por qual razão a jornalista confere a Gabriel Azevedo um cargo de dirigente partidário que ele não possui?

5)   Por qual razão a jornalista afirma que Gabriel Azevedo participou de reuniões das quais ele não fez parte?

6)   Por qual razão a jornalista ignora a presença do uso das redes sociais num ambiente de conexão entre exercício público e sociedade?

7)   Por qual razão a jornalista atribui a Gabriel Azevedo a propriedade de uma empresa que não pertence a ele?

8)   Por qual razão a jornalista afirma que sete pessoas são filiadas ao PSDB, se elas não possuem agremiação partidária?

9)   Por qual razão a jornalista informa erradamente o número de filiados que fazem parte do governo?

10) Por qual razão a jornalista afirma que a “Turma do Chapéu” realizou jantares e festas em fazendas sem que isso tenha acontecido em 2011?

A Turma do Chapéu é admiradora da imprensa brasileira. Prova disso são as publicações diárias no blog para matérias produzidas por jornalistas dos mais variados veículos. Defendemos a liberdade de imprensa e a importância que o jornalismo exerce no Brasil. Contudo, a ética da profissão precisa ser respeitada.

Em 2010, durante a campanha eleitoral, Ana Flavia Gussen participou do comitê de Hélio Costa. O candidato, incomodado com a militância de Gabriel Azevedo, chegou a pedir sua prisão e censurar inúmeras ações na internet. Esperamos, do fundo do nosso coração, que uma coisa não tenha nada a ver com a outra. Continuaremos sempre à disposição da imprensa para prestar qualquer esclarecimento. Esperamos também que esses esclarecimentos sejam levados ao conhecimento público com isenção necessária. Isso é democracia.

No mais, cumprimentamos o jornal Hoje em Dia pelo belíssimo trabalho que tem sido desenvolvido.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: