Início > Artigo, Esporte, Gestão, Governo > Gestão eficiente e estágio adiantado das obras do Mineirão mantêm Belo Horizonte no páreo para abrir jogos da Copa 2014

Gestão eficiente e estágio adiantado das obras do Mineirão mantêm Belo Horizonte no páreo para abrir jogos da Copa 2014


Fonte: Artigo de Sergio Barroso – Secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo do Governo de Minas – Estado de Minas

Mineirão, o pecado da competência

Modelamos uma parceria público-privada (PPP) inovadora e exemplar, estamos com o cronograma de obras em dia e seremos o primeiro estádio a ficar pronto

O magistral compositor Tom Jobim costumava dizer que, no Brasil, o sucesso é uma ofensa pessoal. Se ainda estivesse entre nós, ele poderia atualizar sua conhecida frase, valendo-se da preparação do país parasediar a Copa 2014: no Brasil, a competência é um pecado. Esse é o sentimento que se tem quando entra em pauta a escolha do estádio que receberá o jogo de abertura, uma das vitrines de maior destaque do evento e de grande alcance em todos os continentes.

A Fifa abriu a possibilidade para que as cidades-sede apresentassem suas candidatura ao jogo de abertura. Entraram em campo Belo Horizonte, São Paulo, Salvador e Brasília. A cada dia, torna-se mais reconhecido nacionalmente o grande esforço que o Mineirão vem fazendo para conquistar a partida inicial do certame. Planejamos, modelamos uma parceria público-privada (PPP) inovadora e exemplar, estamos com o cronograma de obras em dia e seremos o primeiro estádio a ficar pronto, em dezembro de 2012, aptos a estrear na Copa das Confederações, em 2013.

Teremos, ao final, um estádio com capacidade real para 65 mil pessoas – sem puxadinhos e adaptações -, cercado por uma esplanada de 80 mil m2 para realização de eventos culturais, religiosos e de outras modalidades esportivas. O estádio contará ainda com o Museu do Futebol, com 1.630 m2, e mais de 7 mil m2 para lojas, bares e restaurantes. Tudo dentro dos mais elevados padrões da FIFA e dos melhores estádios do mundo.

No centro de nossas preocupações, sempre esteve o legado que a Copa 2014 deixará para Minas. Em primeiro lugar, está sendo uma excelente oportunidade para dotar o estado de uma magnífica arena multiuso, para atender partidas de futebol, espetáculos culturais e eventos religiosos de grande envergadura. Em segundo lugar, está em marcha a realização de um conjunto significativo de obras de infraestrutura na cidade, com vistas a facilitar sobretudo a mobilidade urbana. Belo Horizonte vai ganhar até a Copa três corredores exclusivos para os ônibus articulados, os chamados BRTs (Bus Rapid Transit), que transportarão 750 mil passageiros por dia.

Minas também vai consolidar sua rede hoteleira, e com isso o estado vai se firmar como principal centro de turismo de negócios, uma atividade capaz de gerar emprego e renda de maneira permanente e sustentável. Vinte e seis hotéis já estão em construção e outros 15 estão em fase final de licenciamento. Com isso serão criados 15.875 novos leitos.

Por outro lado, também fica cada vez mais patente que nem todos trilharam o caminho da eficiência e continuam patinando na incerteza dos dias que virão. Já se sabe hoje que o Brasil não contará com todos os estádios para a Copa das Confederações. E que em pleno 2014, às vésperas do Mundial, o país ainda terá que lidar com a realização dos testes tão necessários para a realização de um evento capaz de encher de orgulho a nação verde-amarela.

Esse é o contraponto entre a competência e o seu contrário. Entre o mérito e o seu oposto. Quem a Fifa deve recompensar? Minas Gerais acreditou e continua acreditando que a disputa aberta pela Fifa era mesmo para valer. Por isso, continuamos a defender o Mineirão como o melhor estádio para abrir a Copa 2014. Essa é a nossa crença, esse o nosso bom combate, certos de podermos sensibilizar a Fifa com a qualidade do nosso trabalho e dos nossos argumentos. Para os mineiros, competência é virtude.

Link do artigo:  http://impresso.em.com.br/app/noticia/cadernos/opiniao/2011/09/25/interna_opiniao,7927/mineirao-o-pecado-da-competencia.shtml

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: