Início > política > Contra a liberdade de expressão: Lula critica imprensa em caso que envolve José Dirceu

Contra a liberdade de expressão: Lula critica imprensa em caso que envolve José Dirceu


Fonte: Adriana Vasconcelos – O Globo

Lula critica a imprensa em congresso do PT

Lula criticou duramente a imprensa, reclamando que esta gosta de colocar na sua boca muita coisa que nunca disse

Pronunciamento

Lula, Dilma e José Dirceu  no congresso do PT - Foto de Gustavo Miranda

BRASÍLIA – Na rápida passagem pelo IVº Congresso Nacional do PT , que teve início na noite desta sexta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu que pela primeira vez, ao iniciar um pronunciamento, não sabia o que dizer, temendo se meter nas questões internas do partido ou do governo. Mas rapidamente recobrou a verve usada nos oito anos que governou o país, primeiro criticando a imprensa e depois manifestando solidariedade à sua sucessora Dilma Rousseff, defendendo a sua reeleição daqui a quatro anos.

– Ninguém pode cobrar de você, Dilma, o que você não teve tempo de fazer. Ainda mais uma pessoa que vai governar quatro, oito anos – afirmou o ex-presidente, numa tentativa de desfazer os rumores crescentes na base governista de que Dilma poderá desistir da reeleição em favor de Lula.

E sob os aplausos da plateia, Lula criticou duramente a imprensa, reclamando que esta gosta de colocar na sua boca muita coisa que nunca disse.

– Muitos que falam em democracia, não exercitam essa democracia. Eu li num jornal que ia ter uma nota de apoio ao José Dirceu com o meu aval. É mentira, porque não disse isso. Mas já que estou aqui, vou dar o meu aval. Não é possível que essas pessoas escrevam tanta mentira – reclamou.

Lula também não poupou os adversários do PT, que chegaram a prever o fim da legenda em 2005, mas evitou citar que isso se devia ao escândalo do mensalão:

– Estou muito orgulhoso de viver este momento que estamos vivendo. Há cinco anos, alguns diziam que nosso partido ia acabar, que nós não conseguiriamos eleger nem síndico de prédio. Hoje as pesquisas, para desespero de nossos adversários, mostram que temos o maior partido do país – afirmou.

E a despeito das crises constantes que Dilma vem enfrentando com sua base de sustentação no Congresso, Lula previu que sua sucessora não terá dificuldades para enfrentar os desafios que vem tendo e ainda terá pela frente:

– Na dúvida, Dilma, com o apoio de todos os representantes que vejo aqui neste palanque, não tem mar revolto, não tem vendaval, furacão ou terremoto que você não consiga enfrentar.

Leia abaixo trecho do discurso de Lula:

“Pela primeira vez, companheira Dilma, estou diante de um grupo de companheiros do PT e estou um pouco sem saber o que falar. Primeiro porque não posso me meter nas coisas do partido, meu presidente já falou, e não posso entrar nas coisas do Brasil, porque a minha presidente vai falar.

Primeiro é preciso reconhecer o que você, Rui Falcão, tem feito na presidência deste partido, dando musculatura ao que nós representamos. Esse partido achincalhado por adversários e parte da mídia. Em 2005, colocou sua militância para mostrar sua força para se levantar novamente.

Ser presidente é muito complicado, a gente tem muito problema, a gente sofre. Quantas vezes no Alvorada, quantos dramas temos de decidir e não temos com quem conversar. Tem de decidir e depois anunciar. Muitos que falam em democracia não exercitam democracia. Eu li num jornal que ia ter uma nota de apoio ao Dirceu com o meu aval. É mentira, porque não disse isso. Mas já que estou aqui, tem o meu aval.

Li que Lula era contra prévias, uma bobagem porque fui eu que propus em 1991. A prévia não é uma questão de princípio e faz de acordo com a realidade de cada regiçao. Não coloquem na minha boca o que não falei. Nunca tive problema de falar o que penso.

Tenho viajado o mundo, mais do que quando era presidente. Todos querem saber o que está acontecendo no país. A última alegria foi a eleição do Umala para mostrar que América Latina, no exercício da presidente Dilma, é muito mais progressista do que peguei em 2002. Certamente, tem muita coisa para fazer. Certamente falta muita coisa para a integração. O Brasil tem de ter responsabilidade nisso, não é um país pequeno, nem pobre. Trabalha para ser a quinta economia do mundo, tem gente que prevê quarta. O nosso Brasil tem de ser o indutor do desenvolvimento dos países da América do Sul e Latina”.

Leia mais: 
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: