Início > política > Fernando Henrique recebe homenagem em BH – Aécio destaca as reformas estruturantes promovidas pelo ex-presidente

Fernando Henrique recebe homenagem em BH – Aécio destaca as reformas estruturantes promovidas pelo ex-presidente


Fonte: Assessoria de Imprensa do senador Aécio Neves

Fernando Henrique Cardoso é homenageado em Belo Horizonte

Para Aécio Neves, as últimas reformas feitas no país ocorreram na gestão de FHC
Ex-presidente recebeu o título de cidadão honorário da capital mineira

O senador Aécio Neves participou, nesta segunda-feira (29/08), em Belo Horizonte, da homenagem prestada ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pelos ex-ministros e integrantes mineiros do seu governo. Aos 80 anos de idade completados em junho, FHC recebeu também o título de Cidadão Honorário da capital mineira concedido pela Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Com a presença do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e de representantes dos setores cultural, empresarial, acadêmico e religioso, a homenagem foi aberta pelo ex-ministro do Esporte e do Turismo do governo Fernando Henrique, Carlos Melles, que discursou em nome de seus ex-companheiros de governo.

O senador Aécio Neves destacou que as reformas estruturantes promovidas no governo FHC, as últimas realizadas no Brasil, como a estabilização financeira e a Lei de Responsabilidade Fiscal, foram fundamentais para o desenvolvimento do país.

“A grande ruptura que se deu no Brasil do atraso, da hiperinflação, para o Brasil do desenvolvimento, da inclusão social, foi exatamente no governo Itamar, com Fernando Henrique ministro da Fazenda, e, depois, no próprio governo Fernando Henrique, com o Plano Real, com a modernização da economia, com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Essas são as construções sólidas, estruturais, que foram feitas no Brasil nos últimos 20 anos”, disse o senador.

Também discursaram durante a solenidade, o governador de Minas Gerais Antonio Anastasia; o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda; o presidente da Câmara de BH, Léo Burguês, e o vereador Pablo César de Souza, autor do requerimento solicitando a entrega do título de Cidadão Honorário da capital mineira ao ex-presidente. Todos eles destacaram a importante contribuição de Fernando Henrique para o desenvolvimento do país.

Participara da homenagem os ex-ministros da Agricultura, Arlindo Porto; da Indústria e Comércio, Dorothea Werneck; da Defesa, Geraldo Quintão; do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho; da Ciência e Tecnologia, José Israel Vargas; das Comunicações, Pimenta da Veiga; da Justiça, Paulo Tarso; e da Previdência Social, Roberto Brant. Também compareceram o vice-governador do Estado, Alberto Pinto Coelho, e o presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro.

Reconhecimento ao estadista
Após a entrega do título de cidadania honorária de Belo Horizonte, Aécio Neves destacou que é um privilégio para os mineiros ter um estadista do porte de Fernando Henrique como conterrâneo.

“A história vai fazer ao presidente Fernando Henrique a justiça que, talvez, as circunstâncias ainda não tenham feito. Do governo do PT para cá, nenhuma outra ruptura foi feita, nenhuma outra grande reforma foi feita. Por isso, ter o presidente Fernando Henrique como nosso conterrâneo, agora, é motivo de enorme orgulho, porque se trata de um grande estadista”, lembrou Aécio, que contou com a participação de diversos ex-colaboradores do ex-presidente durante os oito anos em que governou Minas Gerais.

Reformas urgentes
Aécio Neves lamentou a falta de iniciativa do governo federal para discutir as grandes reformas. De acordo com o senador, o PT demonstra preocupação apenas com seu projeto de poder, ao contrário do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“Onde está a iniciativa do PT, com toda a sua base de apoio, em torno da reforma política, da reforma tributária, para avançarmos na diminuição da carga tributária, na própria reforma desse paquidérmico Estado brasileiro, ineficiente em muitas áreas? O que tem faltado ao Brasil é um projeto de país. O PT, infelizmente, acomodou-se em torno de um projeto de poder. Ao PT satisfaz a ocupação do aparelhamento da máquina pública em índices esses nunca antes vistos nesse país. Vamos continuar criticando essa forma de agir”, alertou.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: