Início > política > Secretaria de Educação de Minas autoriza escolas a contratarem 3 mil professores temporários para garantir aulas a alunos do 3º ano

Secretaria de Educação de Minas autoriza escolas a contratarem 3 mil professores temporários para garantir aulas a alunos do 3º ano


Grevistas terão substitutos

Fonte: Flávia Ayer – Estado de Minas

Secretaria de Educação autoriza escolas a contratarem 3 mil professores temporários para garantir aulas a alunos do 3º ano. Passeata causa congestionamento em avenidas

Alunos do 3º ano do ensino médio da rede estadual de educação voltarão às salas de aula, mesmo sem o fim da greve dos professores, que já dura 64 dias. A Secretaria de Estado de Educação (SEE) publicou ontem resolução autorizando escolas a contratar cerca de 3 mil profissionais para substituir, temporariamente, os grevistas. Em assembleia, a categoria definiu por manter a paralisação por tempo indeterminado. O objetivo da contratação dos substitutos, medida restrita às turmas do último ano da educação básica, é evitar prejuízos irreparáveis à preparação dos estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para 22 e 23 de outubro, e outros vestibulares.

De acordo com a secretária de Educação, Ana Lúcia Gazzola, as 47 superintendências regionais do estado foram orientadas, desde ontem, a preencher imediatamente as vagas, cujos contratos se estendem até o fim do ano letivo. A secretaria não tem na ponta do lápis o número de alunos do 3º ano sem aulas, mas estima que cerca de 350 das 2.148 que contam com ensino médio estejam total ou parcialmente paralisadas. Na rede estadual de educação, há 750 mil alunos matriculados nos anos finais da educação básica, menos de um terço no 3º ano.

“A greve não compromete significativamente a rede estadual. Mas, ainda que afetasse um só aluno, não poderíamos deixar que ele fosse prejudicado. Com a proximidade do Enem, a continuidade da greve poderia causar um dano irreparável à educação desses estudantes. Era nosso dever assegurar-lhes esse direito fundamental”, afirma Ana Lúcia. Com 150 mil cargos ocupados por professores na rede estadual, a secretaria garante que o estado consegue repor os 3 mil grevistas, pois um mesmo profissional pode ocupar até dois postos de trabalho. O salário inicial é de R$ 1.320 por uma jornada de 24 horas.

“Há folga no orçamento, pois não estamos pagando os dias dos professores em greve. Mas, nesse momento, não estamos preocupados com o financeiro, o mais importante é que os alunos voltem às aulas”, diz a secretaria, confiante no fim da greve. “Caso os grevistas retornem, a intenção é que os substitutos ajudem na reposição de conteúdo e nas aulas de reforço”, destaca. Ela também ressalta que o governoestá aberto a negociação, mas cogita adotar medidas emergenciais para as outras séries, caso a paralisação se estenda.

FIM DO SUFOCO Presidente da Federação das Associações de Pais e Alunos de Escolas Públicas de Minas Gerais (Fapaemg), Mário de Assis comemora a contratação dos substitutos. “A secretaria tem que fazer o papel do governo, que é assegurar que o lugar desses adolescentes seja na escola”, afirma. Mas o presidente da Associação Metropolitana dos Estudantes Secudaristas (Ames), Gladson Reis, acredita que a medida, apesar de comemorada, não é suficiente. “Achamos importante a contratação dos substitutos, mas queremos que os professores em greve voltem”, ressalta Gladson. Hoje, às 18h, estudantes prometem fazer mais uma manifestação pelo fim da paralisação.

A presidente do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) Beatriz Cerqueira, reagiu à decisão da SEE de contratar professores substitutos. “Isso fere nosso direito de greve e vamos tomar todas as medidas cabíveis para reverter essa situação, inclusive acionar a Justiça, caso seja necessário”, afirma Beatriz. A dirigente do sindicato ainda garantiu que o governo não vai encontrar com facilidade 3 mil professores para ocupar o lugar daqueles que aderiram à greve. “Normalmente, é difícil achar essa quantidade em nosso cotidiano. Durante uma greve, será pior ainda”, garante.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: