Início > política > Mães de Minas: Governo Anastasia lança programa para reduzir mortalidade infantil

Mães de Minas: Governo Anastasia lança programa para reduzir mortalidade infantil


Governo lança programa para reduzir mortalidade

Fonte: O Tempo

Reduzir o índice de mortalidade infantil em Minas Gerais dos atuais 13% para 9% até o ano que vem e proteger também as mães são os principais objetivos do programa Mães de Minas, lançado oficialmente ontem no Estado. Com ele, 250 mil grávidas mineiras irão receber acompanhamento médico e social.

As mães que se cadastrarem pelo telefone 155 terão ajuda de agentes de saúde e 70 mil voluntários. Além do acompanhamento, o governo promete abrir um edital, ainda neste ano, para a criação de 25 casas de apoio a gestantes para atender grávidas em situação de risco. A promessa é ainda da criação de novos leitos de terapia intensiva (UTI) neonatal no Estado.

Por meio do cadastro das mães, o governo vai monitorar e identificar os principais problemas de cada gestante. “Os dados vão nos ajudar a traçar um perfil dos problemas médicos e sociais das mães e nos ajudar a reduzir a mortalidade infantil e materna”, explicou o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge.

Áreas de risco. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, presente ao evento, afirmou que o programa irá se concentrar nas regiões de Minas que apresentam maior risco de mortalidade infantil e materna – região metropolitana de Belo Horizonte, Vale do Jequitinhonha e Norte do Estado.

O projeto Mães de Minas vai receber parte do orçamento dedicado ao programa Rede Cegonha, do governo federal, que é de R$ 9 bilhões. Na região metropolitana, o investimento será de R$ 230 milhões. Para a criação das casas de apoio às gestantes, serão R$ 3,2 milhões, e para abertura de novos leitos de UTI neonatal, R$ 2,4 milhões.

Apesar de lançado oficialmente ontem, o projeto já está funcionando na cidade de Confins, na região metropolitana da capital. A dona de casa Morgana Rafaela, 20, conta que o auxílio está sendo muito importante durante sua gravidez. “Estou descobrindo precauções que eu tenho que tomar e não sabia”, disse.

Link da matéria: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=179106,OTE&IdCanal=6

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: