Início > política > Mineração em Serra Azul é impulsionada por novas parcerias – MMX e Usiminas fazem acordos com empresas menores e viabilizam crescimento da produção

Mineração em Serra Azul é impulsionada por novas parcerias – MMX e Usiminas fazem acordos com empresas menores e viabilizam crescimento da produção


Parcerias impulsionam minas em Serra Azul

Fonte: Fernanda Guimarães – O Estado de S.Paulo

MMX e Usiminas fazem acordos com empresas menores e viabilizam crescimento da produção de minério na região

Novas parcerias para a exploração de minério de ferro em Serra Azul, em Minas Gerais, devem ser anunciadas no curto prazo. A atividade dessa área está mais intensa desde 2006, quando a MMX se instalou na região. A mineradora do empresário Eike Batista busca a consolidação de suas operações na região utilizando como atrativo o Superporto Sudeste para associações. Já a Usiminas está trabalhando para alcançar sua verticalização e, assim, diminuir a dependência de minério de ferro de terceiros.

O especialista em mineração e professor da Universidade de Uberlândia, Germano Mendes de Paula, explicou que as parcerias são uma saída para a exploração de minério na região. Isso porque, em Serra Azul, as mais de dez mineradoras que estão no local estão encadeadas umas nas outras. Com a parceria, é possível explorar o minério da região das fronteiras entre as companhias. “Essa é uma sinergia clássica. Há a liberação de um recurso que antes não era utilizado porque estava na fronteira”, diz.

O professor lembra ainda que as mineradoras também ganham com a otimização das operações e com o compartilhamento dos equipamentos e unidades de beneficiamento. “Com o mapa da região, você percebe claramente que um dos mecanismos para utilizar o recurso é consolidando as operações, o que pode acontecer via aquisições ou por associações”, disse.

Segundo Germano, o pontapé inicial para a consolidação de Serra Azul ocorreu com a parceria entre a MMX e a Usiminas, anunciada no ano passado. No negócio ficou estabelecido que a MMX prestaria o serviço portuário, pelo Porto Sudeste, para a Mineração Usiminas. Além disso, a Mineração Usiminasnegociou com a MMX uma lavra conjunta da Mina Pau de Vinho, da qual detém direitos minerários.

Com termos semelhantes, a MMX anunciou na semana passada que fechou um acordo com a Minerinvest, outra mineradora em Serra Azul. Nessa transação, a MMX também irá prestar serviços de operação portuária e Minerinvest vai fornecer minério de ferro.

A Usiminas também se movimenta para aproveitar as sinergias em Serra Azul, buscando alternativas para cumprir seu objetivo de alcançar uma produção de 29 milhões de toneladas de minério de ferro em 2015. Na semana passada, firmou acordo de arrendamento da MBL Materiais Básicos, que faz divisa com a Mineração Usiminas. As reservas da MBL estão estimadas em 145 milhões de toneladas, mas o acordo libera 253 milhões de toneladas nos direitos minerários da própria companhia. “As minas da MineraçãoUsiminas fazem fronteira com os direitos da MBL e isso é excelente para nós, porque aumenta a nossa produtividade”, disse o diretor executivo da Mineração Usiminas, Wilfred Bruijn.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: